Faça parte do nosso programa de fidelidade!

4 principais motivos para o vômito do bebê

 7.558 Visitas  20 de fevereiro de 2018  Rock Content
Vômitos do bebê

Nas primeiras semanas, é comum que os bebês vomitem com frequência. Eles ainda estão se acostumando à alimentação, e o sistema digestivo deles está em desenvolvimento. Saiba o que é e o que não é normal nessa fase e descubra os 4 principais motivos para o vômito do bebê.

 

4 principais motivos para o vômito do bebê

Vomitar pode ter várias causas por isso, prepare-se: nos próximos anos você deve presenciar pelo menos alguns episódios de vômito durante a infância do seu filho. Porém fique calmo, nos primeiros meses do bebê, os vômitos normalmente são causados por problemas simples.

 

Motivo 1 – Refluxo Fisiológico

Bebês podem ter refluxo porque uma válvula que conecta o esôfago ao estômago, chamada esfíncter ainda não está totalmente amadurecida. Quando isso acontece, o bebê pode regurgitar ou golfar um pouco de leite depois de mamar ou até acabar vomitando de vez em quando. Isso acontece sem que haja aparentemente nenhum motivo.

Cerca de 40% de todos os bebês que nascem, apresentam algum tipo de refluxo. A verdade é que o refluxo gastro-esofágico é um incômodo temporário, que geralmente melhora à medida que o aparelho digestivo do bebê amadurece. Por isso, se seu filho não tiver nenhum outro sintoma, não há com o que se preocupar.

 

Motivo 2 – Intolerância à lactose

Bebês que têm intolerância à lactose não produzem a enzima lactase em quantidade suficiente no organismo. Essa enzima é responsável pela digestão da lactose (presente no leite).

Quando a lactose não é absorvida direito, acontecem uma série de reações no corpo do bebê. Algumas dessas reações são normalmente gases, diarreia e vômito.

Não se sabe exatamente por que algumas pessoas têm intolerância à lactose. O diagnóstico muitas vezes é feito só de forma clínica, ou seja, observando os sintomas. Em todo caso, converse com seu pediatra e tire todas as suas dúvidas com ele.

 

Motivo 3 – Enjôo

É comum em adultos e crianças sentir enjoo durante atividades com movimentos repetitivos. Isso acontece em situações como carrosséis, viagens de carro, passeios de barco, montanhas-russas ou em e outros brinquedos de parques de diversões. Essa reação do sistema nervoso central se chama cinetose.

Algumas medidas simples podem diminuir a frequência e a intensidade dos enjoos:

Motivo 4 – Instinto

Bebês colocam tudo na boca durante a fase oral. Essa fase costuma durar até os dois anos do bebê. Por mais que ele seja pequeno, o organismo do bebê é quase idêntico ao de um adulto. Portanto, quando o bebê o coloca alguma coisa muito fundo na boca ele acaba vomitando. Isso acontece por puro reflexo!

Quando colocamos o dedo no fundo da garganta ou mesmo na base da língua estimulamos terminações do nervo vago, que percorre o pescoço, o tórax e o abdome. Esse estímulo chega à área do cérebro responsável pelo vômito, produzindo primeiro a náusea e, em seguida, o vômito.

 

Tente não se desesperar a cada episódio de vômito. Acontece com toda criança em algum momento, e normalmente não é nada de grave

 

Quando devo me preocupar?

Em casos raros, os vômitos podem indicar uma doença mais grave. Caso você identifique algum sinal de alerta, leve seu filho converse com o pediatra. Veja quais são os sinais de alerta:





Visite nossa loja física
Visite nosso site.
Contate-nos
Ganhe   5% OFF

Quer economizar 5% em sua compra?

Cadastre-se e regate agora!

× não quero desconto