Faça parte do nosso programa de fidelidade!

5 Cuidados com o bebê para as festas de final de ano

 959 Visitas  1 de dezembro de 2017  Rock Content
Bebê com roupa de natal alegre com a mãe

5 Cuidados que você deve ter com o bebê para as festas de final de ano

O bebê absorve tudo o que vê e ouve, e o clima das festas de final de ano vai encantá-lo. A visão já é muito boa entre os 6 e os 8 meses, e ele vai enxergar o mundo praticamente como os adultos.

É claro que o bebê não entende direito o motivo de tanta festa, mas isso não quer dizer que você não possa começar alguma tradição especial para essa época do ano. Porém, comemorações a parte, é preciso estar atento a alguns cuidados para que tudo esteja bem. Confira abaixo:

Bebê com sono

1- Alimentação

Nas festas de final de ano o jantar geralmente é servido somente após a meia noite o que não é o horário habitual do jantar do bebê, por isso é preciso atentar para não comprometer as refeições do pequeno e deixá-lo com fome. Outro ponto importante é não fugir do cardápio que a criança está acostumada, então frutos do mar e carne de porco estão fora de questão, já que o intestino do bebê ainda não está maduro o suficiente para digerir esse tipo de alimento.

2- Atenção ao sono

Sono é fundamental para qualquer criança, sendo assim, no dia 31, procure estender a soneca da criança para que ela aguente ficar acordada até a meia-noite e não seja acordada com o barulho dos fogos.

3- Barulho pode ser um problema

Fogos de artifício são uma presença marcada nas comemorações de fim de ano. Embora sejam lindos eles podem incomodar o bebê e assusta-lo com o barulho. Não é recomendado ficar com o bebê menor de um ano. Uma forma de protegê-los é usar protetores auriculares.

4- Hidratação adequada é de extrema importância

Final de ano é um período de calor, portanto é preciso ter cuidado com a desidratação. Doença nessa época do ano acaba com toda a festa portanto ofereça líquidos como água e sucos a todo momento.

5- Exposição prolongada ao Sol

O verão também exige cuidados com o Sol. Queimaduras do sol em crianças são muito comuns nessa época do ano. Portanto, atenção redobrada é essencial. O protetor solar é fundamental e deve ser reaplicado a cada duas horas na criança. Em bebês com idade de até seis meses não é indicado a aplicação de protetor solar, o que torna as coisas ainda mais difíceis. Dessa forma chapéus e roupas de banho com proteção UV contribuem para evitar a exposição da criança aos raios solares.





Visite nossa loja física
Visite nosso site.
Contate-nos
Ganhe   5% OFF