Faça parte do nosso programa de fidelidade!

Como deve ser a convivência do bebê com animais de estimação?

 1.489 Visitas  2 de outubro de 2017  Rock Content
Criança abraçando um cachorro

Afinal é possível estabelecer a convivência do bebê com animal de estimação? A resposta é sim, desde que você tome alguns cuidados. Os pediatras recomendam que você comece a estimular esse vínculo desde antes do nascimento da criança.

Uma boa dica, por exemplo, é dar roupas com cheiro de neném para o bichinho cheirar, e, estimular o contato entre ele e a barriga da mamãe. O pet tem consciência de que algo está mudando, e dessa maneira ele irá perceber essa é uma mudança boa.

Além disso, estimulando esse contanto desde antes do nascimento, é possível diminuir o perigo e risco de alergias com o animal de estimação. Isso porque, o próprio feto estará sendo exposto ao bichinho através da barriga da mamãe.

Resultado de imagem para gravida e pet

 

Existe perigo e risco de alergias com o animal de estimação?

Muitas mamães têm medo que a convivência do bebê com animal de estimação gere alergias na criança, contudo, estudos apontam que isso tem um efeito contrário. Tanto que os pediatras recomendam que os pais estimulem esse contato desde cedo.

Isso porque, ao entrar convivência com esses bichinhos, o sistema imunológico da criança vai se fortalecendo. Logo, o perigo e risco de alergias com o animal de estimação cai muito.

Além disso, diversas pesquisas apontaram que, crianças que começam a conviver com pets com menos de um ano de idade, ao chegar na adolescência e vida adulta, tem menos probabilidade de desenvolver diversos tipos de problemas respiratórios e alergias.

Entretanto, lembre-se sempre que os pediatras recomendam alguns cuidados com o bebê, como, por exemplo, evitar que os pets lambam a criança, ou durmam na mesma cama que ela.

Cuidados com o bebê que vive em ambientes com animais de estimação

Para ter certeza que a convivência do bebê com animal de estimação será sadia, é muito importante que você tome alguns cuidados básicos. Dessa maneira, você garantirá que o convívio será seguro tanto para a criança quanto para o animal.

Tomando esses cuidados com o bebê, com toda a certeza você terá uma convivência sadia entre a criança e o pet. Lembre-se, esse convívio só tende a ser bom, mas, para isso, é preciso que você tome cuidado.

Melhorando a convivência

Se você que criar uma convivência do bebê com animal de estimação nunca isole o bichinho. Lembre-se, ele é um ser que não sabe o que está acontecendo. Com o isolamento ele se sentirá abandonado e poderá desenvolver uma certa aversão a criança.

Para melhorar a convivência do bebê com animal de estimação, é muito importante que você dê atenção para ambos. Nunca deixe o seu pet isolado, ou, esqueça de dar amor para ele. Lembre-se, o bichinho também sente saudades.

O carinho de bebê para cachorro também é importante. Isso porque, dessa maneira o animal saberá que aquele novo ser faz parte da família e irá retribuir o amor dado. Seguindo as dicas e cuidados acima com certeza você conseguirá estabelecer um convívio saudável para todos.





Visite nossa loja física
Visite nosso site.
Contate-nos
Ganhe   5% OFF