SOS bebê com gases: o que fazer em momentos de crise?

 654 Visitas  4 de novembro de 2020  Kids Brasil
Casa de pé cuidado do bebê no colo

Uma das coisas que mais aterrorizam as mães ao adentrarem no universo da maternidade são as constipações intestinais que seus bebês podem sofrer. Presenciar o pequeno se debatendo e chorando devido às dores abdominais é uma sensação muito desconfortável.

No entanto, a prisão de ventre e o acúmulo de gases é algo natural, e nenhum bebê está imune. Afinal, logo nas primeiras semanas de vida, com o trato gastrointestinal ainda em formação, é normal que o lactente sofra com os gases presos.

Bebê deitada chorando com dores estomacais

E aí não tem jeito, a cena dolorosa se repete. Com as dores intestinais a criança chora e passa noites em claro, sofrendo de um desconforto que a princípio não parece estar tão perto de acabar, não é mesmo?

Pensando nisso, nós da equipe Kids Brasil trouxemos o post de hoje com algumas dicas eficientes e funcionais para aliviar a prisão de ventre de seu bebê, assegurando assim seu conforto e bem estar. Olha só:

Principais causas do acúmulo de gases em bebês

Nos primeiros três meses de vida, é muito comum que os bebês apresentem certa dificuldade para a liberação de gases, dificuldade esta aliada a diversos fatores, como podemos ver a seguir:

Imaturidade intestinal

Em linhas gerais, logo quando nascem, os bebês ainda não têm o trato intestinal maduro, uma vez que o sistema digestivo não está inteiramente desenvolvido. Assim, nas primeiras semanas de vida, o aparelho digestivo não consegue conduzir perfeitamente o alimento até o intestino, o que pode acarretar o acúmulo de gases.

Bebê chorando com dores no colo da mãe

Sendo assim, há momentos que o intestino do bebê funciona muito rápido, de modo que a criança acaba evacuando de 10 a 12 vezes por dia, mas há momentos em que o bebê pode ficar até 7 dias sem evacuar, liberando apenas urina.

Alimentação materna

Para além disso, outras causas podem estimular a constipação intestinal nos bebês. Mães que amamentam, por exemplo, precisam sempre estar atentas ao tipo de alimentação que consomem no dia a dia, pois todos os nutrientes dos alimentos que consomem são transmitidos para o bebê.

Assim, uma alimentação rica em carboidratos e fibras pode indiretamente influir na saúde da criança, gerando gases e cólicas dolorosas nos bebês. Alimentos ricos em lactose também são grandes propulsores de constipação intestinal.

Dentre os alimentos que podem causar gases nos bebês, temos:

Alimentação do bebê

Para os bebês que não são alimentados com leite materno, encontramos as fórmulas de leite em pó, o que pode influenciar em muito a prisão de ventre da criança. Em contrapartida, se já houve a introdução alimentar, é crucial se atentar aos alimentos que serão oferecidos ao bebê.

Dada a imaturidade do sistema digestivo da criança, é importante que os alimentos sólidos sejam variados e componham uma dieta rica e equilibrada. Além disso, manter o bebê hidratado é fator primordial para evitar quadros de desidratação, bem como amolecer as fezes do pequeno.

Como ajudar os bebês a eliminarem os gases

Para auxiliar os bebês a eliminarem os gases algumas medidas são cruciais e necessárias, acompanhe a seguir:

Incentive o arroto após a amamentação

Durante a amamentação é comum que os bebês engulam um pouco de ar, o que pode ser um fator propício para o acúmulo de gases.

Então, uma dica estratégica para evitar os gases presos é criar o hábito de colocar o bebê para arrotar tão logo ele termine de receber o leite materno. Assim, todo ar que adentrou o organismo da criança com a amamentação é solto e as dores abdominais são aliviadas.

Massagens na região abdominal

Massagens na região abdominal da criança podem ser funcionais para aliviar as terríveis prisões de ventre. Assim, técnicas de massagem Shantala, prática milenar feita pelas mães indianas em seus bebês para alívio de cólicas e constipações intestinais, são extremamente benéficas para assegurar a saúde do bebê.

Bebê deitado com as pernas levantadas recebendo massagem

Para usar a Shantala a fim de aliviar os gases você pode fazer os seguintes movimentos:

Banho de água morna

Semelhante ao banho de assento dos adultos, preparar um banho de água morna para o bebê pode ajudá-lo a eliminar os gases presos com maior facilidade. Para tanto, a temperatura da água não pode ultrapassar 37° – para não causar dermatites e queimaduras no corpo da criança.

Ótima proposta contra a constipação intestinal, o banho de água morna acaba relaxando o esfíncter do bebê, corroborando à desobstrução intestinal.

Agora que você já sabe que medidas tomar quando o seu bebê apresentar gases presos, que tal compartilhar este post para que mais mães e pais possam auxiliar os seus pequenos em momentos de crise?

Para não perder posts como esse, acompanhe o nosso blog e siga a Kids Brasil no Instagram. Venha fazer parte de nossa comunidade, que só cresce!





Visite nossa loja física
Visite nosso site.
Contate-nos
Ganhe   5% OFF