Como é ser Mãe de um Bebê com Síndrome de Down?

 295 Visitas  27 de novembro de 2020  Edgar Faria
ser mãe de um bebê com síndrome de Down

Receber a notícia que o seu bebê nascerá com síndrome de Down não é algo tão fácil de se lidar. Para ajudar a entender um pouco mais como é ser mãe de um bebê com síndrome de Down, trouxemos aqui alguns depoimentos de pais que também passaram por esse momento.

Como é criar um filho com síndrome de Down?

“No começo, passava por minha cabeça várias coisas, principalmente, que não conseguiria criar meu próprio filho. Era desesperador. Mas meu marido e eu sabíamos que não poderíamos desistir. Nós teríamos o nosso filho e faríamos de tudo por ele. Praticamente, deixamos a vida nos levar.

 

Meu mundo não está destruído e minha vida está muito longe de acabar!

“Estamos cansados, isso é normal, estou como qualquer outra mãe de três filhos. O importante é que estamos de pé. Hoje posso dizer que nossas vidas está muito melhor por conta de nossa filha. Claro, a vida ficou um pouco mais complicada. Ocupamos nosso tempo com fisioterapias, fonos, laboratórios… tudo isso diariamente. Mas, sendo honesta, isso é literalmente a mesma realidade que tínhamos antes dela chegar. Só algumas adaptações alimentares, algumas visitinhas a mais a especialistas. Ser mãe de um bebê com síndrome de Down, definitivamente, é algo normal. Tudo que faço por ela, faço para meus outros dois filhos. Vai sempre valer a pena.

 

Felicidade Extra

“Quando eu recebi a notícia, reagi como o esperado pela maioria das mulheres que passam pela mesma situação. Não foi e nunca será fácil. Me senti profundamente triste, repleta de medo, cheia de preocupação de como meu filho seria tratado pela sociedade. Hoje eu tenho prazer de dizer, que estou completamente feliz. Assim como os cromossomos são extras, a felicidade também é. Meu filho é uma benção em nossas vidas, ele é extremamente fofo, extremamente cuidadoso, extremamente especial. O meu filho é extraordinário!”

 

A verdade é uma só, ter alguns cromossomos a mais que os outros não faz nenhuma diferença. Ser mão e pai vai muito mais além do que isso, é nosso dever amar todos da mesma forma. E sim, vamos fazer isso.

 

Gostou? Então compartilhe essa postagem com os amigos e familiares para ajudar espalhar para o mundo a conscientização sobre a Síndrome de Down!

 





Visite nossa loja física
Visite nosso site.
Contate-nos
Ganhe   5% OFF

Quer economizar 5% em sua compra?

Cadastre-se e regate agora!

× não quero desconto