Como cuidar dos primeiros dentes do bebê?

 1.468 Visitas  7 de julho de 2020  Edgar Faria
dentes do bebê

O nascimento dos primeiros dentes do bebê é motivo de preocupação e dúvidas para mamães e papais. Afinal, mesmo com o fato de que em alguns anos eles serão substituídos pelos permanentes, esses dentinhos necessitam de alguns cuidados. 

Assim, a principal orientação é levar o bebê ao odontopediatra (dentista especializado no atendimento de crianças) desde quando o primeiro nascer. Além de já iniciar o acompanhamento da saúde bucal, o pequeno também irá se acostumar com o dentista e criar um bom hábito para toda a vida. Dessa forma, o indicado é marcar consultas a cada seis meses. 

Quando começar a escovar os dentes do bebê?

Quando o primeiro dentinho apontar na boca já é preciso começar a higiene bucal. Logo no começo, em que são os incisivos (dentes inferiores e superiores da parte da frente) que nascem, basta passar uma fralda ou uma gaze umedecida com água.

No entanto, quando nascerem os molares (situados no fundo da boca), é preciso fazer a limpeza com escova e pasta de dente, pois eles acumulam mais comida. Todavia, escolha os produtos adequados ao público infantil. 

O dentista poderá aconselhar sobre qual a melhor escova e a quantidade de pasta de dente para utilizar. Também não utilize enxaguantes bucais. Eles são recomendados apenas para crianças maiores de seis anos.

Outra dica para deixar o momento da higienização mais tranquilo é dar uma escova de brinquedo para o bebê. Enquanto ele brinca e se distrai com uma, você faz a limpeza dos dentinhos dele com outra. 

É preciso escovar após o bebê mamar de madrugada?

Não é preciso fazer uma higienização completa após as mamadas de madrugada. Apenas tente passar uma fralda com água para retirar o excesso de leite. 

Cuidado com os dentes do bebê com o uso de chupeta
Bicos ortodônticos de chupetas podem amenizar os problemas causados por esse acessório

Principais problemas 

Muitas pessoas acreditam que não é necessário ter muitos cuidados com os dentes do bebê, que são os chamados “de leite”. Porém, os problemas bucais que surgem nessa fase podem acarretar na saúde dos dentes permanentes.

Os danos mais comuns que os dentinhos podem sofrer são as cáries e a erosão. A primeira situação é aquela causada por micro-organismos que, ao consumir resquícios de alimentos que ficam na boca, geram ácidos que destroem os dentes. Enquanto isso, a erosão é causada quando há muito consumo de alimentos ácidos, como refrigerantes, biscoitos e sucos prontos, deixando as camadas superficiais do dente corroídas. 

Quais os danos que a mamadeira, a chupeta e o hábito de chupar o dedo podem causar?

É muito falado que o uso de mamadeiras e chupetas deformam os dentes. Isso porque o ato de sucção pode atrapalhar no formato da arcada dentária, tornando ela “aberta” (quando os dentes superiores não conseguem encostar nos inferiores) ou “cruzada” (quando o encaixe da parte superior com a inferior é incorreta).

A forma de amenizar a situação é optar por bicos ortodônticos. Porém, o uso de mamadeiras e chupetas deve parar até os três anos de idade da criança. Já chupar o dedo deve ser um hábito evitado desde o primeiro momento. 

Idade do nascimento dos dentes do bebê
Cada criança tem um tempo diferente para o nascimento dos dentes

Quando nascem os primeiros dentes do bebê

Outra dúvida é sobre a época correta do nascimento dos dentes. O mais comum é que o primeiro surja em torno dos seis meses de idade. A partir dele, outros 19 aparecerão até a criança completar três anos. 

Aos seis, os dentes de leite começam a cair e são repostos pelos permanentes. 

Entretanto, é preciso lembrar que cada bebê possui um ritmo de desenvolvimento, mas busque a ajuda de um profissional caso seu filho complete um ano e meio sem nenhum dente. 

Ficou mais alguma dúvida sobre os cuidados com os dentinhos do bebê? Deixe aqui nos comentários!





Visite nossa loja física
Visite nosso site.
Contate-nos