Como deixar a adaptação na creche mais tranquila

 223 Visitas  27 de janeiro de 2020  Edgar Faria
Adaptação na creche

Choros, birras e muita ansiedade. Tudo isso faz parte do processo de adaptação da criança na creche. Infelizmente, não há como mudar muito esse cenário. Contudo, a boa notícia é que, com hábitos simples, essa etapa do desenvolvimento dos pequenos pode ser mais tranquila.

Por isso, separamos as principais dicas para ajudar os pais (que também sofrem neste momento!) a lidar com essa fase tão importante. Afinal, uma boa introdução ao mundo escolar reflete em bons resultados nos futuros das crianças.

Faça tudo de forma gradual

Deixar o filho um dia inteiro sozinho na creche pode ser uma situação um pouco traumática para ele. Portanto, o mais recomendado é fazer esse processo de forma gradual.

Isto é, no primeiro dia, o pequeno ficará poucas horas no local e na companhia do pai ou da mãe. Assim, será apenas uma forma de conhecer o ambiente.

A partir do segundo dia, o tempo de permanência aumenta e cabe aos adultos perceber se ele já consegue ficar sozinho na creche ou não. Dessa forma, aos poucos, a criança irá se sentir mais confortável no novo lugar.

Toda a família pode fazer parte da adaptação na creche

Não são só os pais precisam estar presentes nesse momento delicado. Avós, tios e outros familiares com que a criança tem contato podem ajudar na adaptação.

Uma forma de fazer isso é: uma pessoa “visita” de forma breve a creche em algum dia. Com isso, o pequeno se sente acolhido com a presença de alguém conhecido por ele.

Adaptação na creche com objetos conhecidos pela criança
Deixar um brinquedo com a criança irá fazer com que ela fique mais tranquila

Proporcione um gostinho de casa

Deixar na creche um brinquedo ou um cobertor com que a criança tenha apego faz com que ela se sinta mais confortável. Essa atitude também irá gerar uma sensação de acolhimento e de que há uma parte de casa com ela. 

Os pais também precisam se preparar 

A entrada na creche é uma mudança na rotina dos pais também. Portanto, o primeiro passo para a preparação dos adultos é escolher um local em que confiem.

Dessa forma, olhe se a estrutura física é segura para crianças e como é a atitude dos educadores. Eles precisam ser gentis com os pequenos e cada profissional deve cuidar apenas de cinco alunos.

Além disso, é importante observar a rotina da creche e se ela se assemelha a da casa, como os horários de refeição, banho e soneca. 

É preciso conversar para ter uma melhor adaptação na creche
Conversar com a criança auxilia na adaptação

Mantenha a calma 

Ao matricular o filho em um lugar de confiança, fica mais fácil ter calma na hora de levar o pequeno. No entanto, é normal sentir angústias e ansiedade nesse momento.

Para isso, o importante é não deixar transparecer muito para criança a fim de não fazer ela também ficar estressada. 

Mesmo que seja um bebê, uma tática legal é conversar com ele para explicar toda a situação. Fale que ele irá ficar em um lugar diferente, que irá fazer amigos e brincar muito. Ressalte que no final do dia ele voltará para casa. O simples ato de conversar irá acalmar a todos. 

Por fim, confie também no vínculo criado com o filho. Todos os cuidados diários desde o nascimento irão fazer com que essa etapa seja mais tranquila e bem sucedida.





Visite nossa loja física
Visite nosso site.
Contate-nos
Ganhe   5% OFF

Quer economizar 5% em sua compra?

Cadastre-se e regate agora!

× não quero desconto