Como fazer papinha para bebê de 6 meses

 29.530 Visitas  19 de agosto de 2020  Kids Brasil
Bebê recebendo papinha na bolca sentando em uma cadeira

O cuidado alimentar é a principal maneira de imunizar seu bebê e mantê-lo forte e saudável no momento de introdução alimentar. A papinha para bebê de 6 meses, será sua primeira experiência com diferentes sabores e texturas. Isso vai ajudar a educar seu paladar para o futuro, por isso é tão importante caprichar nesta etapa.

A fase de introdução alimentar

Até os 6 meses de idade, todo o alimento consumido pelo bebê é provido pela mamãe, até mesmo a água consta no leite materno. Mas gradualmente o desenvolvimento passa a exigir uma suplementação maior, e neste ponto, lenta e gradualmente, outros alimentos devem começar a ser integrados no dia a dia do bebê.

Como seu sistema nervoso ainda está em desenvolvimento, é importante facilitar ao máximo todo tipo de deglutição, por isso a papinha para bebê de 6 meses é a principal recomendação, inclusive pelo Conselho Federal de Nutricionistas (CFN).

Bebê menino comendo sua papinha e com rosto feliz sentado em uma cadeira

A introdução alimentar também é importante para começar a educar o paladar do bebê, garantindo que tome gosto por alimentos nutritivos ao invés de ultraprocessados. 

Então vale a pena tanto evitar todo tipo de alimentos processados quanto variar bastante na alimentação inicial, por isso trouxemos diversas receitas de papinha para bebê e algumas considerações para auxiliar as mamães.

Os principais itens na papinha para bebê de 6 meses

Quanto mais tempo o bebê passa ativo gastando energia, mais cresce sua demanda nutritiva, de maneira que o leite materno muitas vezes não é capaz de suprir.

O leite materno não deve ser substituído. Os demais alimentos são complementos, e o ideal é que o bebê continue mamando até no mínimo os 2 anos de idade. Se a mãe tiver dificuldades em aleitar, pode passar a introduzir fórmulas que simulem o leite materno.

Criança bebê comendo verduras em sua cadeira em um área aberta

A introdução das papinhas deve começar pelas frutas, na média de 2 vezes ao dia, em pequenas quantidades, aumentando progressivamente em horários chave paralelos ao aleitamento, então entram os alimentos salgados quando o bebê tiver amadurecido um pouco mais na alimentação.

Os principais grupos de alimentos indicados para o bebê são:

De forma que, para compor misturas que reforcem ainda mais a suplementação do bebê, você pode se basear nas propriedades nutritivas de cada e pensar a preparação da papinha tendo em mente alimentos que ofereçam energia, regulação e construtividade. Isto é:

Para variar nas receitas fazendo combinações efetivas de papinha para bebê, considere duas partes de alimentos energéticos e reguladores para cada parte de alimentos construtores.

Receitas de papinha para bebê de 6 meses

A papinha deve deve ser sempre muito bem processada, evitando pedaços de casca ou das próprias frutas e legumes que sejam muito grandes, especialmente no começo da alimentação o cuidado deve ser redobrado.

Criança sentado sorrindo na grama em um piquenique com muitas frutas

Para adicionar um sabor extra, a partir dos 7 a 8 meses, você pode adicionar uma pitada de sal, mas pouco apenas para tornar o alimento um pouco mais palatável, no caso de adoçar, dê preferência ao mel nas papinhas de frutas e com cereais.

Papinha de maçã com banana

Preparo: Não há muito segredo nesta. É a mais básica e uma das mais palatáveis. Corte a maçã no meio e vá removendo a polpa com a colher até que ela fique com consistência de papa. Depois amasse a banana com garfo até que as duas frutas fiquem com consistências parecidas para serem misturadas.
Você pode adicionar um pouco de canela em pó para deixar mais saboroso.

Papinha de batata doce, cenoura e mandiquinha

–  1 batata doce
– 1 cenoura
– 300 gramas de mandioca

Preparo: pique tudo em cubos e leve todos os ingredientes à panela, adicione água até cobrir tudo e deixe cozinhar por em média 30 minutos, até que fiquem todos bem macios.
Então adicione tudo no liquidificador ou processador e bata até se tornarem uma pasta bem suave. Você pode adicionar um pouco de salsinha antes de bater caso queira dar um gostinho extra.

Muito cuidado para não servir a papinha de batata doce muito quente.

Papinha de beterraba

– 200 gramas de músculo bovino
– 1 beterraba descascada
– 1 batata descascada

Preparo: Leve todos os ingredientes à panela de pressão e cubra-os com água, deixando cozinhar por 20 minutos. Então tire os legumes e os amasse até virarem uma papa homogênea, vá adicionando o caldo da carne na medida que amassa.
Você pode usar a carne em outra receita.

Papinha de espinafre, frango, arroz e cenoura

– 1 colher de óleo vegetal
– ½ cenoura picada em cubos
– 2 colheres de sopa de frango picado
– 2 colheres de sopa de espinafre picado
– 1 colher de sopa de arroz cru lavado

Preparo: Refogue o frango com uma quantidade bem pequena de cebola, então adicione a cenoura e o arroz e cubra tudo com água, deixando cozinhar até tudo ficar com uma consistência bem macia e formando um caldo. Adicione o espinafre e deixe cozinhar no fogo mais baixo por mais 5 minutos, então amasse tudo com o garfo, deixe esfriar e está pronto para servir.

Viu como, além de importante, não é difícil inovar na hora de fazer papinhas? As mamães e papais podem inventar suas próprias receitas considerando a base das necessidades de categorias alimentares do bebê apresentadas, lembrando sempre de manter a amamentação e ir adicionando, lenta e gradualmente, novos alimentos, cuidando na condimentação e na temperatura, evitando sempre processados e excesso de gorduras e açúcares.

Gostou da nossa publicação? A Kid’s Brasil é apaixonada pelos temas do universo das mamães e dos bebês. Para receber mais publicações com dicas, novidades e curiosidades é só se inscrever na nossa newsletter e conferir nossa loja online, com as mais diversas peças de vestuário e enxoval nas melhores condições para você!





Visite nossa loja física
Visite nosso site.
Contate-nos