Conheça os mitos e verdades sobre a gravidez

 1.543 Visitas  17 de setembro de 2018  Rock Content
Grávida em ensaio fotográfico. mitos e verdades sobre a gravidez

Algumas mulheres enjoam, outras sentem vontade de comer coisas diferentes. Há, ainda, aquelas que incham e tantas que se percebem cada vez mais bonitas. Mas existe uma coisa que todas as grávidas, principalmente as de primeira viagem, têm: dúvidas! E com tantos mitos e verdades sobre a gravidez circulando por aí, fica até difícil saber em que realmente acreditar.

Durante a gestação, é comum que a futura mamãe receba uma série de dicas e sugestões. Enquanto algumas são bem embasadas, outras não passam de crendice popular. Mas não se preocupe! A Kid’s Brasil está aqui para ajudar você a não colocar ainda mais confusão no seu caldeirão de emoções e evitar esses mitos e verdades sobre a gravidez.

Acompanhe este post e prepare-se para sanar suas principais dúvidas sobre a gravidez! Vamos descobrir os mitos e verdades sobre a gravidez:

Grávida não deve tomar banho quente

Verdade! A temperatura do corpo da mãe não deve se elevar muito durante a gestação sob o risco de causar problemas na formação do bebê. Por isso, é importante optar por banhos mornos ou frios. Da mesma forma, não é recomendado nadar ou fazer atividades em piscinas muito quentes, nem frequentar a sauna.

O adoçante é proibido durante a gestação

Mito! Embora o consumo de ciclamato de sódio possa causar danos no feto, isso só acontece quando grandes quantidades da substância são ingeridas. Em doses moderadas (inferiores a 10 latinhas de refrigerante dietético), não há evidências de que os adoçantes fazem mal ao bebê.

No entanto, a gravidez não é o melhor momento de fazer dietas. Nessa fase, é ainda mais importante cuidar da alimentação, mas sem excessos. Afinal, o famoso “comer por dois” também não passa de um mito. Invista em um cardápio rico em frutas, verduras e legumes e garanta todos os nutrientes para o desenvolvimento adequado do seu bebê.

As grávidas sentem mais calor

Verdade! Formar um bebê requer um tremendo esforço do organismo. Assim, durante a gravidez, o metabolismo da mulher fica acelerado e a temperatura corporal aumenta. Por essa razão, as gestantes sentem mais calor, sobretudo, na etapa final da gravidez quando a barriga já está bem grande.

Toda gravidez normal é acompanhada de enjoos

Mito! No primeiro trimestre da gravidez é muito comum que as grávidas sintam náuseas. Existem diversas teorias de por que isso acontece, mas nenhuma delas tem a ver com a quantidade de cabelos do bebê ou a saúde do feto.

Muito possivelmente, o enjoo é uma reação do corpo ao HCG, hormônio produzido pela placenta e que é medido nos testes de gravidez. No entanto, a resposta varia de mulher para a mulher e não há relação entre a saúde fetal ou materna e as náuseas.

É melhor dormir sobre o lado esquerdo

Verdade! Conforme a gravidez avança e a barriga cresce, não é indicado que a mulher se deite apoiada no lado direito do corpo. Nessa posição, a veia cava é comprimida e pode favorecer o aumento da pressão arterial. Se a mulher já apresentar um histórico de hipertensão, dormir sobre o lado esquerdo é ainda mais recomendado.

Grávida não pode pintar o cabelo

Mito! As tinturas contendo amônia realmente não são recomendadas durante a gravidez. Embora não tenha sido observada toxicidade desses produtos em humanos, aqui vale o princípio da precaução. Então, se você deseja alterar a cor dos cabelos, espere o fim do terceiro trimestre e opte pelos tonalizantes.

Os desejos precisam ser atendidos

Mito! Muitas grávidas sentem vontades repentinas de comer algum alimento especial. Não atender ao desejo não traz nenhum risco ao bebê e muito menos fará com que ele nasça com cara de batata com geleia de morango.

As gestantes não devem passar muito tempo em jejum

Verdade! Há duas razões pelas quais as gestantes não devem passar muito tempo sem comer. A primeira delas é para evitar enjoos, uma vez que o estômago vazio acumula ácido e agrava a condição. A segunda está relacionada à prevenção da hipoglicemia, uma queda brusca da glicose no sangue que pode prejudicar o bebê.

O limão ajuda a combater as náuseas

Verdade! As alterações hormonais da gravidez transformam a gestante em uma supermulher, cujos poderes são o paladar e o olfato muito aguçados. Por isso, é comum que as grávidas procurem alimentos com mais sabor. Assim, chupar um limão pode parecer estranho, mas é uma boa maneira de satisfazer a gestante e ainda aliviar os enjoos.

O sexo é proibido durante a gravidez

Mito! A menos que haja algum problema com a gestação, o sexo está liberado. A penetração não machuca o bebê, que se encontra bem protegido dentro do útero. Por causa da barriga, pode ser que algumas posições sejam incômodas, mas tudo pode ser resolvido com um pouco de criatividade.

Além disso, as mudanças da gravidez deixam o corpo feminino mais sensível à excitação. A lubrificação da vagina e o volume de sangue no organismo aumentam, fazendo com que os orgasmos sejam mais frequentes e intensos. O ato pode ser prazeroso até mesmo para o bebê, uma vez que as endorfinas liberadas são possivelmente percebidas por ele.

O tamanho da barriga reflete o tamanho do bebê

Mito! Durante a gestação, o útero abriga o bebê (ou mais de um deles), a placenta e um grande volume de líquido amniótico — quem já estourou a bolsa sabe bem do que estamos falando. Assim, o tamanho da barriga é influenciado por diversos fatores, de forma que não é possível estimar o tamanho do bebê pela simples medida dela.

Da mesma maneira, o formato da barriga não tem nenhuma relação com o sexo do bebê e não deve ser usado como referência na hora de decorar o quarto que vai recebê-lo. Seja ela pontuda ou redonda, só mesmo uma ultrassonografia ou exame de sexagem fetal para dizer se virá um menino ou menina.

Chocolate ajuda a ver o sexo do bebê na ultrassonografia

Mito! Ao comer alimentos doces, o feto se enche de glicose e energia. Com isso, pode ficar mais agitado e se movimentar mais durante o exame. Mas isso não quer dizer que será mais fácil enxergar os órgãos sexuais do bebê. De qualquer maneira, por que não tentar? Afinal, um chocolatinho sempre vai bem, não é mesmo?

Pronto! Agora você já conhece diversos mitos e verdades sobre a gravidez. Caso surjam outras dúvidas, não deixe de conversar com seu obstetra para que você e seu bebê atravessem essa fase com toda a saúde e tranquilidade que vocês merecem.

Este post lhe foi útil? Então, assine nossa newsletter e receba mais conteúdos relevantes como este diretamente no seu e-mail!

 





Visite nossa loja física
Visite nosso site.
Contate-nos
Ganhe   5% OFF