O que você precisa saber sobre repelente para bebês?

 1.744 Visitas  4 de setembro de 2018  Rock Content
Bebê dormindo dentro do berço com detalhes rosa

Ao ter um filho, os pais sempre pensam em todas as maneiras possíveis de protegê-lo. Entre esses cuidados, está impedir que fiquem doentes por meio das picadas de mosquitos. Por isso, podem surgir dúvidas sobre o uso adequado do repelente para bebês.

Para ajudar a entender melhor sobre o assunto, preparamos este post. Nele você confere como usar o repelente de maneira segura no seu bebê e mantê-lo protegido de doenças como a dengue. Veja!

Como proteger seu bebê dos mosquitos?

Com tantas doenças graves que são transmitidas por mosquitos, precisamos ter cuidado redobrado com nossos bebês. Existem várias maneiras que ajudam a evitar que as crianças sejam picadas:

Barreiras físicas

Quando estiver no bebê conforto, carrinho ou no berço, você pode colocar os “mosquiteiros” –– tecidos em forma de rede para manter os insetos afastados. Ao levar o bebê para passear e até mesmo para ficar em casa, dê preferência em vesti-lo com camisas de mangas e calças compridas.

Outra dica é escolher a cor branca para as roupas. Peças coloridas atraem mais os mosquitos, assim como o cheiro de perfumes. Além dessas atitudes, instale “telas mosquiteiras” nas janelas e portas para aumentar a proteção em sua casa.

Velas e afins

A vela de andiroba é uma dica de repelente natural. O legal é que ao deixá-la agir, ela vai proteger contra as picadas de insetos sem deixar cheiro no ar. Além disso, essa vela não produz fuligem nem fumaça tóxica no ambiente. Certifique-se apenas de que a criança não fique sozinha com a vela para evitar acidentes.

Repelentes

Para manter as crianças livres da dengue, zica e chikungunya, por exemplo, o uso de repelentes é o mais indicado. No entanto, muitos produtos não são recomendados para os pequenos, já que eles ainda possuem uma pele bem sensível. Por isso, alguns cuidados devem ser seguidos antes de comprar os produtos.

Quais os cuidados ao usar repelente para bebês?

Em geral, os repelentes só devem ser passados em crianças com mais de 6 meses. Antes disso, o recomendado é usar os elétricos. Existem diferentes tipos de produtos e precauções referentes ao uso em bebês:

Caso tenha alguma dúvida ao comprar o repelente ideal para o seu bebê, confira no rótulo os componentes da fórmula. Pergunte também ao pediatra, caso precise de mais esclarecimentos.

Se apresentar alguma alergia, lave a parte do corpo na qual o produto foi aplicado e procure um centro médico pediátrico para uma avaliação.

Aplicação do repelente para bebês

Ao usar o produto, siga algumas orientações:

Vale reforçar que, ao usar repelente para bebês, você vai ajudar a preservar a saúde do seu filho. Para isso, use de forma moderada, respeitando sempre as indicações descritas nos rótulos dos produtos.

Agora que já conferiu sobre o uso de repelentes em crianças, leia também como aliviar a cólica nos bebês. Até a próxima!





Visite nossa loja física
Visite nosso site.
Contate-nos