Por que a vacina da gripe para gestantes é importante?

 1.913 Visitas  1 de outubro de 2018  Rock Content
Aplicando Vacina em Gestante

Toda futura mamãe precisa tomar alguns cuidados durante a gravidez. Entre esses cuidados está receber a vacina da gripe para gestantes. Todos os anos, a campanha de imunização é oferecida pelo Ministério da Saúde e também por clínicas privadas.

Apesar de ser amplamente divulgada, muitas mulheres ainda têm dúvidas sobre esse tipo de vacina. Para esclarecer as principais questões sobre o assunto, preparamos este post. Confira!

Qual é a importância da vacina da gripe para gestantes?

É comum as pessoas ficarem em locais fechados durante os dias mais frios do ano. Com isso, o contágio de doenças respiratórias aumentam. Nesse contexto, a mulher grávida tem a imunidade mais baixa, o que facilita um simples resfriado virar algo mais grave, como pneumonia.

A vacina da gripe é importante para proteger a mãe e o bebê ainda no ventre. Isso porque os anticorpos da vacina passam pela placenta e chegam até o feto. Dessa forma, até os 6 meses de vida a criança estará imunizada — o que ocorre, também, pelo leite materno.

Quando a gestante deve se vacinar?

Normalmente, a vacina é ofertada pelo SUS nos postos de saúde. Na rede privada também é encontrada a vacina contra a gripe. Existem apenas algumas diferenças entre elas:

Sabendo disso, a gestante pode escolher em qual local deseja se imunizar. De qualquer forma, ela ficará totalmente protegida após três semanas da aplicação da vacina.

A vacinação pode ser feita em qualquer momento da gestação, ou até 45 dias após o parto. Vale frisar que o tempo de efeito da vacina tem duração de um ano.

A vacina da gripe é segura, mas pode causar algumas reações leves que duram poucos dias, como:

Quais outros cuidados a gestante deve ter contra a gripe?

Como mencionado, a grávida deve se cuidar para ficar com a saúde em dia. Além da vacinação, existem outras atitudes que podem ser inseridas em sua rotina. Como incluir frutas, verduras e legumes na alimentação, já que elas fortalecem o sistema imunológico.

Outra sugestão é conversar com o médico sobre a possibilidade de receitar suplementos vitamínicos. Além disso, descansar o quanto for possível e evitar o estresse também são fundamentais.

Caso você não tenha sido imunizada com a vacina e ocorra algum episódio de resfriado,  entre em contato com o seu médico para saber qual remédio tomar. O principal é manter a temperatura do corpo estabilizada, ficar de repouso e beber bastante líquido.

Por fim, vale destacar que o mais importante em relação à vacina da gripe para gestantes é ter sempre a indicação do médico. O obstetra saberá orientar e esclarecer as demais dúvidas que ainda possam existir.

Então, gostou do nosso artigo sobre a vacinação da gripe para gestantes? Você tem alguma experiência sobre o assunto? Deixe um comentário aqui no post!

 





Visite nossa loja física
Visite nosso site.
Contate-nos