Quarto montessoriano para recém-nascido, vale a pena?

 8.917 Visitas  13 de março de 2019  Edgar Faria
Quarto Montessoriano

A chegada de um bebê traz muitas expectativas para os pais, e consequentemente, muitas dúvidas sobre qual a melhor forma de educar e criar os filhos para que eles cresçam com visões de mundo e valores semelhantes aos da família.

Não seria justo dizer que existe certo ou errado, porém há alguns métodos e teorias que podem facilitar na educação infantil principalmente para as mamães de primeira viagem — e tornar esse longo caminho um pouco mais leve e divertido.

Hoje vamos falar sobre os benefícios do quarto montessoriano para recém-nascidos e crianças de todas as idades, e explicar porquê esta prática, que é baseada no Método Montessori, pode ser tão valiosa para o conhecimento e a independência do bebê.

Vale adiantar que, ao contrário do que muitos papais imaginam, o quarto montessoriano para recém-nascidos influencia diretamente no desenvolvimento do seu pequeno. Por conta do aprendizado constante nesta fase de vida, o quartinho pode fazer toda diferença na adaptação do neném em seu novo lar.

Como vocês sabem, é necessário prezar por uma maternidade livre e descomplicada. Assim, nenhuma das dicas e técnicas que apresentaremos abaixo são obrigatórias, pois tudo depende da forma como cada mamãe pretende educar o seu bebê. Mas, vale a pena conhecer a fundo, pois este ensinamentos podem facilitar a sua rotina com o filhote e trazer muito bem-estar para ambos.

E agora, antes de começarmos este guia completo sobre quarto montessoriano para recém-nascido, temos uma pergunta: você conhece a abordagem Montessoriana? Se a resposta for negativa, confira todas as explicações abaixo — além, é claro, de um passo a passo para levar esta técnica para a sua casa e todas as vantagens e curiosidades. Vamos lá?

Maria Montessori: a pedagoga e criadora do Método Montessori

imagem de Maria Montessori

Maria Montessori é italiana e foi uma das primeiras mulheres a se formar como médica, embora tenha atuado apenas como pedagoga e educadora. Fonte da imagem: The Children House

Seu trabalho na educação infantil foi extremamente importante para crianças com necessidades especiais e crianças de rua, chegando a fundar a Casa dei Bambini, em Roma, que foi uma instituição educacional focada em atender menores de idade em situações de vulnerabilidade social.

Foi na Casa dei Bambini que Maria Montessori colocou em prática as suas técnicas — e que hoje muitos chamam de pedagogia científica.

Com material suficiente e muito conhecimento, ela encontrou ferramentas capazes de controlar a agitação dos alunos e estimular a concentração dos mesmos. O resultado? Em pouco tempo as crianças educadas através do seu método já sabiam ler e  desenvolviam o raciocínio com muita facilidade.

E afinal, como é o ambiente montessoriano?

O que não podemos deixar de ressaltar é que Maria Montessori adaptou todos os móveis do local, diminuindo a altura das mesas da Instituição para que tudo ficasse ao alcance das crianças.

A disposição de materiais também foi modificada, onde inicialmente eram guardados em armários e com o avanço dos alunos tudo passou a ser organizado em prateleiras — para que qualquer um dos pequenos pudessem usá-los livremente quando necessário.

Brinquedos para um quarto montessoriano

Quando criado, em meados de 1907, o Método de Montessori foi capa dos principais jornais e revistas do planeta, e até hoje escolas do mundo inteiro utilizam as técnicas — que são explicadas pela idealizadora em seu livro “Pedagogia Científica” — como principal conceito educacional.

Os 6 pilares do Método Montessori para o desenvolvimento da criança

1. Autoeducação

Ele defende a ideia de que crianças podem aprender muitas coisas sozinhas. Este ponto vale para todas as fases da infância e acontece naturalmente de acordo com os estímulos e liberdade dados aos pequenos.

2. Educação cósmica

Afirma que é capaz de manter a criança interessada em descobrir novidades. Uma boa tática utilizada pelos educadores são as atividades realizadas a partir de contos e histórias.

3. Educação como ciência

Consiste na observação dos pequenos para determinar se tais atividades e técnicas estão dando resultados positivos. O método de ensino é sempre adequado e flexível para cada um.

4. Ambiente preparado

Deve-se deixar tudo o que a criança precisa ao seu alcance, para que assim — como os adultos — elas tenham autonomia sobre os materiais que são essenciais para o seu desenvolvimento intelectual.

5. Adulto preparado

Os responsáveis pela educação e criação devem estar atentos às necessidades do bebê, mas também devem dar a liberdade adequada e transmitir segurança para que ele se sinta à vontade para explorar o lugar.

6. Crianças mais equilibradas

O objetivo do método é que cada criança — de acordo com a sua faixa etária — tenha as suas próprias conquistas, além de desenvolver o intelecto e transmitir a sua alegria interior.

Como aplicar o Método Montessori para recém-nascido?

Os bebês passam a interagir gradativamente com tudo que está a sua volta, por isso o quarto montessoriano para recém-nascido é uma opção muito útil na formação da independência do bebê.

Exatamente como na Instituição de Maria Montessori, o quarto montessoriano deve ter tudo — ou quase tudo — ao alcance do neném. Na teoria, até mesmo o berço é eliminado e substituído por uma caminha na altura do chão, e dessa forma os bebês maiores — ao acordarem — já podem começar a explorar o quarto e ambiente sozinhos.

É importante ressaltar que alguns cuidados extras devem ser tomados para evitar que o neném se machuque — como por exemplo, brinquedos pontiagudos ou móveis com quinas devem ser deixados de lado.

E é aí que entra a maior insegurança das mamães: colocar um recém-nascido para dormir tão próximo ao chão é mesmo uma boa ideia?

Imagem de estante de brinquedos, com brinquedos e utensílios de crianças para um quarto montessoriano para recém-nascido

O método não exige que nenhuma das técnicas sejam seguidas rigorosamente, logo, vale usar somente aquilo que te deixar mais segura e que se encaixar melhor em sua rotina. Fonte da imagem: Dicas de Mãe

Optar por usar berço durante o primeiro trimestre, por exemplo, não interfere no desenvolvimento livre da criança — desde que ela tenha momentos para fazer as suas próprias descobertas sozinha.

Como montar o quarto montessoriano para recém-nascidos?

Duas meninas escrevendo em um caderno

A ideia principal é que o bebê tenha liberdade para desbravar o espaço e aprenda a ser independente desde pequeno.

Mas, além disso, também é interessante que ele desenvolva o senso de organização e disciplina.

Assim, o local precisa estar preparado para receber cada fase do bebê — mesmo que aos pouquinhos você dedique-se a realizar algumas modificações de acordo com a adaptação do seu filhote. E assim, para te ajudar a criar um quarto no estilo montessoriano de forma prática e eficaz, separamos 5 dicas especiais. Confira!

1. Cama baixa

Esse é um dos itens mais importantes para que a criança tenha a liberdade de levantar e deitar quando quiser. Para os recém-nascidos, o cestinho de moisés pode ser um ótimo substituto do berço, e deve-se ser colocado em cima do colchão que futuramente será a sua cama.

2. Cesta de brinquedos

É fundamental que no quarto montessoriano para recém-nascidos tenha ao menos uma cestinha com brinquedos. Com o passar dos meses, o neném já estará familiarizado com aqueles brinquedinhos e com o lugar em que eles devem ser guardados.

Uma opção é ir adicionando mais jogos de acordo com o crescimento da criança, assim ela terá sempre algo novo para se entreter.

E, claro, tome muito cuidado para não deixar itens com peças muito pequenas ou com pontas. Esses brinquedos podem ser engolidos ou causarem um acidente com o seu pequeno, e isso é tudo o que você não quer, certo?

3. Estante de livros

Claro que nem todos os livros são compatíveis com bebês, mas existem alternativas focadas nesta fase. Livrinhos de tecido e com muitos desenhos e cores são ótimos para estimular a criatividade dos pequenos.

Com a supervisão de um adulto, também é interessante permitir que nenéns um pouquinho maiores brinquem com lápis de colorir ou giz de cera. Isto ajuda a despertar a coordenação motora e trabalha o pilar da auto educação de forma espontânea.

4. Guarda-roupas

Este não é um móvel que servirá como diversão, mas ajudará o bebê a entender a organização do seu quarto. Mesmo que todas as roupinhas fiquem ao seu alcance, aos poucos ele compreenderá que aquele local não deve ser bagunçado.

imagem de um quarto montessoriano para recém-nascido

O guarda-roupa montessoriano também é ótimo para que crianças maiores possam ajudar os pais na hora de escolher os seus looks.

O guarda-roupa montessoriano também é ótimo para que crianças maiores possam ajudar os pais na hora de escolher os seus looks.

Este é um importante passo para quem está aprendendo a ser independente e a ter autonomia sobre as próprias decisões.

5. Tapete

O tapete é um objeto de decoração perfeito para auxiliar na segurança do bebê. Também podem ser substituídos por tatames de borracha ou carpetes fofinhos para proporcionar uma superfície mais macia para ele brincar.

Quando o neném está aprendendo a andar, o tapete ajuda a amortecer as pequenas quedas. E neste momento, uma dica complementar é ter cuidado com as quinas dos móveis, que devem ser sempre cobertas por emborrachados ou algum material semelhante que deixe o ambiente mais seguro.

O quarto montessoriano será usado por toda a infância

Se você ainda tem dúvidas se é vantajoso ter um quarto montessoriano logo nos primeiros meses de vida do seu neném, saiba que escolhendo os móveis certos é possível reaproveitar o ambiente por vários anos.

quarto montessoriano no estilo com cama cabaninha

Há diversas opções de camas no estilo “cabaninha”, por exemplo. Elas são maiores, ficam direto no chão e os pequenos adoram mesmo quando já estão crescidinhos. Fonte da imagem: Casa e Jardim

Além disso, vale lembrar que na infância tudo é uma grande diversão, por isso, os móveis pequenos dão a ideia de que eles estão sempre brincando de casinha.

E como estamos falando em bebês independentes, as mobílias baixas são perfeitas para que eles possam realizar a organização do quartinho, guardar os seus brinquedos e até mesmo aprender a arrumar a própria caminha.

Lógico que tudo precisa ser acompanhado por um adulto e respeitando os limites da criança, ok?

Sinta-se livre para montar o seu quarto Montessori para recém-nascido

Quando falamos em adaptação, não é apenas sobre a criança. Cada mamãe também deve se adequar a este novo modelo de criação — já que foge bastante do tradicional.

Utilize-o de acordo com o seu estilo de vida e com as suas preferências, pois com certeza, valerá a pena e vocês aprenderão muito juntos.

E se você gostou desta ideia e quer levá-la 100% para a vida do seu pequeno, saiba que existem escolas que utilizam o Método Montessori em todo o seu ensino. Elas contam com profissionais habilitados para dar continuidade ao trabalho feito em casa e de uma maneira mais técnica, porém tudo com bastante flexibilidade para cada aluno.

Independente de qual método educacional você escolher, a Kids Brasil tem as melhores roupinhas importadas para que o seu filho cresça sempre bem-vestido e confortável, podendo assim encarar cada desafio da infância com muito estilo. 

botão de conheça nossa loja virtual





Visite nossa loja física
Visite nosso site.
Contate-nos