Tipos de partos: conheça os 7 principais

 3.121 Visitas  15 de agosto de 2019  Edgar Faria
Mamãe no primeiro contato com o seu filho

Tipos de partos: Um dilema frequente entre as futuras mamães é escolher o melhor tipo de parto para trazer o pequeno ao mundo. 

E realmente essa é uma decisão difícil, já que além da realização de um sonho da mulher, envolve cuidado e a opinião dos médicos que acompanham a gravidez. 

Porém, tudo fica mais fácil quando se conhece as opções e qual melhor se encaixa na sua gestação, certo? 

Pensando nisso, a Kids Brasil preparou um guia que vai responder todas as suas dúvidas.

Os obstetras e os pediatras sempre alertam que a decisão final sobre data e parto é do bebê, especialmente quando a gravidez ocorre de forma saudável durante os nove meses. 

No entanto, a mãe pode e deve se planejar para receber o seu filhote de forma humanizada, respeitando os limites do próprio corpo e a saúde do recém-nascido.

E para te deixar familiarizada com todos os tipos de partos , além de explicar as vantagens de cada um e quando pode ser realizado ou não, trouxemos este manual completo sobre nascimentos, separando as opções em tópicos detalhados que facilitarão a sua decisão e, claro, a sua vida. 

Vamos começar?

7 tipos de partos e os seus benefícios

Entender os tipos de partos existentes é essencial para a nova mamãe. 

É comum que a gestante tenha preferência por um determinado tipo de parto e até mesmo treine o seu corpo e o seu psicológico para isso, além de contratar os serviços médicos que serão necessários quando o grande momento chegar. 

Porém, ainda assim, é indispensável entender como cada nascimento acontece para evitar frustrações.

Portanto, para que tudo ocorra da maneira mais segura possível, é fundamental compreender as variações entre cada parto e estar ciente de qual se adequa à sua gestação de acordo com o pré-natal e as avaliações médicas.

Com isso em mente, chegou a hora de você conhecer as principais opções para dar à luz em segurança. São elas:

1. Parto natural

Depois de uma onda de nascimentos com intervenções médicas, nos últimos anos as mamães voltaram a optar pelo parto natural

Ele acontece quando o bebê realmente está pronto para nascer pelo canal vaginal e o corpo feminino começa a agir com as contrações uterinas e o rompimento da bolsa amniótica. 

Como o nome mesmo diz, aqui, o neném é quem escolhe a sua hora certa e o organismo reage de forma fluída a esse processo.

Durante esse tipo de parto não deve ser aplicado medicações e nem utilizar métodos hospitalares ou cirurgias. 

Os profissionais acompanham todo o nascimento sem interferir, apenas estando de plantão para situações emergenciais. 

Ressalta-se que os próprios especialistas afirmam que essa chegada totalmente natural é mais saudável para o bebê e facilita a recuperação da mãe no puerpério.

2. Parto normal

Um dos tipos de partos mais populares é o normal, que acontece de forma muito semelhante ao natural, porém com o auxílio médico

bebê que acabou de nascer no parto normal, um dos tipos de partos mais conhecidos

Nesse caso, o obstetra costuma estabelecer uma data para que a gestante dê entrada na maternidade e induza o trabalho de parto por meio de medicamentos que aceleram as contrações.

Essa técnica é muito comum quando o bebê ultrapassa as 40 semanas dentro do útero e a gestação não pode ser prolongada por algum impedimento no quadro de saúde da mãe ou do filho. 

Vale ainda citar que por conta da indução, que nem sempre é obrigatória ou necessária, as dores costumam ser intensas, mas o uso de anestesias é permitido.

3. Parto Leboyer

O parto Leboyer leva em consideração o ambiente como forma de proporcionar o bem-estar para a gestante e para o bebê. 

O nascimento pode ser normal ou cesárea, desde que mãe e o filho tenham o primeiro contato de imediato e o cordão umbilical seja cortado somente após cessar a pulsação.

Bebê recém nascido com o parto Leboyer, um dos tipos de partos

O parto Leboyer pode ser aplicado com outros tipos de partos.

De todo modo, nesse tipo de parto a sala deve estar pouco iluminada, aquecida, sem ruídos externos e preferencialmente com uma música tranquila ligada ao fundo. 

Toda a equipe médica presente deve zelar pela paz e pelo sossego durante o nascimento e após os primeiros minutos do neném no mundo externo, sem os comuns “tapinhas” e sem traumas.

4. Parto de cócoras

O nascimento pode ocorrer em uma das posições que amenizam as dores do trabalho de parto, ou seja, de cócoras — e com apoio nos braços e o canal vaginal livre. 

Vale lembrar que mesmo sendo uma postura que facilita o processo, nem todas as mulheres possuem preparo físico para permanecerem assim por muito tempo, o que redobra a atenção da equipe que acompanha o procedimento.

Por outro lado, se a mulher está a procura dos tipos de partos mais rápidos, esse é o primeiro da lista — por ter a ação da força gravitacional ao seu favor, empurrando o bebê para baixo. 

Muitas mamães conseguem até mesmo dar à luz sozinhas e recepcionar o seu filho com as próprias mãos.

5. Parto na água

Um método antigo que voltou a fazer sucesso entre as gestantes é o parto na água

Ele pode ser feito em casa — com uma piscina inflável — ou em uma maternidade com banheiras apropriadas. 

Porém, é importante ressaltar que independentemente do local, é essencial ter a presença de obstetras e enfermeiros(as) para acompanharem o nascimento.

Esse tipo de parto costuma ser mais confortável para a mamãe, pois além da água morna cobrindo a barriga, a família consegue interagir e dar apoio durante todos os momentos. 

No entanto, recomenda-se que a banheira ou a piscina só seja utilizada quando a dilatação ultrapassar os 5 cm, para não tornar a posição cansativa.

6. Parto cesárea

Bebê recém nascido de um parto cesárea, um dos partos mais conhecidos e comuns no Brasil.

Embora não seja o mais indicado, a cirurgia cesariana é um dos tipos de partos mais eficientes para uma gravidez de risco.

Embora não seja o mais indicado, a cirurgia cesariana é um dos tipos de partos mais eficientes para uma gravidez de risco. 

É comum que por problemas de saúde da mãe ou do bebê o parto normal seja perigoso, logo, a cesárea se torna a opção mais prudente para preservar a vida dos dois. 

Outra vantagem é que o procedimento é completamente indolor para a mulher, uma vez que é feito com anestesia local.

Em contrapartida, por se tratar de uma cirurgia, o corpo da mulher demora mais para se recuperar e algumas dores podem persistir na região abdominal durante as primeiras semanas do pós-parto. 

Assim, vale reforçar que a cesárea é uma alternativa que deve ser considerada com cautela e colocando sempre a saúde e bem-estar da família em primeiro plano.

7. Parto à Fórceps

Em último caso, quando o parto normal começa a apresentar riscos e não pode mais ser interrompido por uma cirurgia cesárea, o Fórceps — espécie de pinça anatômica — é utilizado para puxar o bebê de dentro do útero materno pelo canal vaginal. 

É necessário fazer uma incisão no períneo para que o instrumento alcance o neném e o coloque na posição correta para o nascimento.

Dentre os tipos de partos, esse é o único que não ocorre por uma decisão planejada da família e da equipe médica, e sim por possíveis complicações que só podem ser identificadas depois que a dilatação uterina está avançada, como um nó no cordão umbilical, por exemplo.

Todos os tipos de partos podem ser orientados previamente pelas doulas — uma profissional e “assistente de nascimento” que vai ajudar você a preparar o corpo para dar à luz ao longo da gestação. 

Com ela, a sua experiência se tornará ainda mais leve, livre de possíveis agressões médicas e totalmente humanizada. 

Vale citar que esse tratamento fará total diferença não apenas durante o nascimento como também na recuperação física e emocional da mamãe, viu?

A importância do parto humanizado

Bebê dormindo relaxado

Durante muitos anos, a violência obstétrica, na qual médicos e enfermeiros não respeitam a gestante ou até mesmo a agridem fisicamente e psicologicamente, traumatizou mulheres que deveriam ter apenas boas recordações de um momento tão especial. 

Porém, hoje o assunto finalmente é visto com outros olhos e as mamães já estão conscientes a respeito do direito de escolha sobre o seu parto.

Independentemente de qual seja a sua escolha ou indicação médica, a decisão final é sempre do bebê e ela deve ser respeitada. Isso faz parte do parto humanizado e é o que garantirá uma chegada amorosa e sem traumas para o seu pequeno.

O foco do parto humanizado é que, sendo ele normal ou não, o ambiente seja tranquilo, não haja pressão psicológica na mulher e muito menos uso de força sem consentimento. Além do mais, as pessoas presentes, as músicas escolhidas e todas as intervenções médicas devem estar de acordo com os desejos da gestante.

Sendo assim, até mesmo o local escolhido para o nascimento do seu filhote compõe o parto humanizado e deve ser decidido juntamente com o médico que acompanhou o pré-natal, além da equipe que estará presente neste grande momento. 

E se o seu sonho for parir no conforto do seu lar, saiba que é possível e você entenderá mais sobre o assunto logo abaixo.

Cuidados com parto em domicílio

Bebê que acabou de nascer em casa, existem diversos tipos de partos que permitem esse procedimento em domicílio.

Com exceção do parto cesárea, todos os outros tipos de partos, que não envolvam procedimentos cirúrgicos, podem ser realizados em casa.

Claro que para isso ocorrer o obstetra precisa avaliar tal gravidez como saudável, sem riscos de complicações e ainda assim estar de prontidão para a possível necessidade de ida a uma maternidade.

Entretanto, com o aval médico, o seu filhote pode ser recebido dentro do seu lar, no ambiente mais confortável que existe e cercado de familiares e amigos. 

Mas, lembre-se sempre que é fundamental a presença de especialistas, como o já citado obstetra, além de enfermeiros(as), o(a) pediatra e a doula, para garantir um nascimento completamente seguro.

Conhecendo os tipos de partos existentes e as vantagens de cada um, converse com o seu médico, entenda a sua gestação e escolha de forma consciente o que for mais saudável para a sua saúde e a do seu pequeno. 

Porém, jamais abra mão de viver uma experiência humanizada, com amor e respeito à vida.

E enquanto o seu baby se prepara para vir ao mundo da melhor maneira, não deixe de acessar a Kids Brasil

Lá você pode completar o seu enxoval com peças importadas, sem precisar sair do país e a preços acessíveis. Clique e conheça todas as nossas promoções.

botão que redireciona para a loja virtual





Visite nossa loja física
Visite nosso site.
Contate-nos
Ganhe   5% OFF

Quer economizar 5% em sua compra?

Cadastre-se e regate agora!

× não quero desconto